AS CLASSIFICAÇÕES DO VINHO DO PORTO

0
700
Participe do nosso Workshop. Você vai aprender em apenas 4 Passos, como e qual vinho escolher para qualquer ocasião e os fundamentos da harmonização. Tenha mais segurança e confiança quando o assunto for Vinhos. [CLIQUE AQUI] Vagas Limitadas

RUBY – Jovens e não safrados, de coloração intensa. Mais simples dos Portos, descansam em madeira por dois a três anos. Normalmente têm caráter frutado. Devem ser consumidos cedo.

LATE BOTTLED VINTAGE OU LBV RUBY – Produzido a partir de uvas de uma safra específica e envelhecido em madeira por período de quatro a seis anos.

TAWNY – Mais elegantes do que os Ruby, envelhecidos em madeira por período que varia de quatro a seis anos. Nesse tempo, sofrem oxidação, tornando-se acastanhados. Apresentam notas de especiarias e frutas secas.

TAWNY 10, 20, 30 E 40 ANOS – Produzidos a partir da mistura de Portos de diferentes safras. O número de anos do rótulo representa a média de idade desses vinhos. Apresentam muita concentração e riqueza de aromas e sabores, notadamente de frutas secas.

COLHEITA – Tawnys produzidos a partir de única safra – normalmente de lotes especiais – e mantidos em madeira por um período mínimo de sete anos, até seu engarrafamento para comercialização.

VINTAGE – Produzidos apenas em safras excepcionais, a partir de uvas dos melhores vinhedos, com grande complexidade e longevidade, e engarrafados apenas após dois anos de envelhecimento em madeira. Seu envelhecimento, na verdade, se dá em garrafa. É necessária aprovação do “Instituto do Vinho do Douro e do Porto” para que um vinho ostente a classificação Vintage.

SINGLE QUINTA – Produzidos sob as mesmas normas seguidas pelos Vintage, entretanto a partir de uvas provenientes de um único vinhedo.

PROCURA-SE APAIXONADOS POR VINHO - Estamos procurando pessoas apaixonadas por vinhos para viver uma experiência única. Para saber como participar, basta [CLICAR AQUI].

DEIXE UM COMENTÁRIO