Hoje em dia nós estamos acostumados a escutar sobre vinhos de cores diferentes do tintoi e branco. Vinho Azul, vinho verde, e agora vinho laranja.

O vinho laranja é protagonista de uma forte preferência dos sommeliers e chefs de cozinha mundo afora.

Mas o vinho laranja não é novidade, ele tem mais de 5000 anos, desde quando o vinho era produzido de uma forma mais rústica. Ele nada mais é do que o vinho branco produzido da mesma forma que o vinho tinto, ou seja, o suco da uva fica em contato com a casca da uva por bastante tempo. Se você ainda não viu o post onde eu explico de onde vem a cor do vinho, clique aqui.

No caso do vinho laranja, por conta deste contato mais prolongado, esses vinhos possuem uma cor mais forte, bem alaranjada e uma complexidade maior. Eles são mais encorpados e aromáticos se comparados aos vinhos brancos tradicionais que nós conhecemos.

Mas a produção desses vinhos ainda é muito limitada, poucos países produzem os vinhos laranjas. No Brasil acredito que apenas 1 ou 2 produtores do Rio Grande do Sul estão produzindo. Se você tiver a oportunidade, vale provar e descobrir se valem a pena.

Se você já provou um vinho laranja, deixa um comentário aqui. Ok?